O Timing da Saída de Pulpis

Na época passada fiz um artigo a criticar a contratação do Pulpis, que tinha sido um erro de casting por parte do SL Benfica, não pela suas competências (muitas), mas pelo desconhecimento do nosso campeonato e dos jogadores.

Ora bem, passado cerca de época e meia, notava-se o dedo do treinador no modelo de jogo e no crescimento da equipa, mas ao mesmo tempo também era notória uma falta de empatia dos jogadores para com o treinador.

Ainda há pouco tempo a equipa conquistou a Taça da Liga, acabando uma seca prolongada de títulos por parte do SL Benfica. E passadas poucas semanas dá-se o término da ligação… Mas pelo lado de quem?

Já ouvi 2 versões: uma em que Pulpis se demitiu, para salvaguardar a sua sandidade pelo que lhe estavam a fazer. Outra em que foi despedido pelos dirigentes do SL Benfica, pela inconsistência de resultados…

O que questiono é: quando se está na luta pelos três titulos que ainda faltam disputar (Liga Placard, Taça de Portugal, UEFA Futsal Cup), qual o sentido do timing da saída?

Quem vier, vai implantar as suas ideias já ou dar continuidade ao trabalho de Pulpis, alterando pequenos detalhes?

Para mim será um erro crasso, apesar da qualidade dos jogadores, se o novo treinador quiser implementar o seu modelo de jogo, pois não terá tempo para que os atletas assimilem todas as ideias antes de entra na fase crítica das competições, e penso que criará dúvidas no subconsciente dos jogadores na altura das tomadas de decisão, partilho esta opinião por experiência própria…

Não seria melhor para todas as partes (treinador, atletas, clube) que Pulpis tivesse ficado e cumprido o contrato?

No espaco de 9 anos, a secção do Futsal do SL Benfica quase nada ganhou. A realidade é que foram-se mudando os treinadores, jogadores, excepto uma parte da equação: o responsável pela secção, que tem acumulado erros atrás de erros, e nada acontece…

Desde erros de contratações, como este “erro de casting” relativamente ao Pulpis (mais uma vez reforço que Pulpis é um excelente ser humano, um treinador com muita competência, a quem nao foi dado o devido crédito, boa sorte no próximo projecto Pulpis), depois esta embrulhada de quem será o substituto, um clube da dimensão do SL Benfica não pode estar na boca do mundo por este tipo de razões… Algo tem de mudar e devia começar por aí, sem qualquer dúvida.

Relativamente aos jogadores, denota-se muita falta de vontade, amúos e nada acontece… Acho que não sou o único a ver isso. Ao que recebem têm de “comer o taco”, senão sofrem as consequências, pois têm de ter noção que não falta quem queira representar o SL Benfica.

Muito vai mal daquele lado da segunda circular, mas a mudança de treinador a esta altura da época poderá transformar-se num erro crasso. Penso que dos 3 titulos em falta, as probabilidades de conquistarem um são agora muito reduzidas. Mas estarei cá para me redimir se conseguirem!

André Martins

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *