Exercício Lúdico para Fase de Ativação Geral

Este exercício pode ser utilizado facilmente após a ativação geral com a corrida e os alongamentos dinâmicos. Aqui utlilizamos principalmente no primeiro treino da semana, se viermos de um bom resultado ou se quisermos motivar a equipa, dado ser um artigo divertido e que no geral agrada aos atletas.

  • Espaço: 20x20m (meia quadra)
  • Número de atletas: indiferente (GR podem participar)
  • Duração: ~5 minutos
  • Escalão: todos

Este exercicio consiste em 1 atleta sozinho apanhar os restantes colegas de equipa que se podem movimentar livremente na meia quadra, respeitado os seus limites. à medida que o primeiro atleta vai apanhando os colegas de equipa, estes dão as mãos e de mãos dadas vão ter que apanhar os restantes elementos, até ficando somente um atleta por apanhar, sendo esse o vencedor do exercício.

Este exercicio, apesar de lúdico, estimula quer a vertente cognitiva, quer a vertente física. Ao nível da vertente cognitiva os atletas, após entenderem o objetivo do jogo, vão evoluindo a sua atuação e vão começando “apanhar” os mais lentos de forma a que o cordão ocupe o maior espaço possivel e seja posteriormente mais fácil apanhar os mais rápidos. É fundamental que o cordão humano funcione como um só, e aí entra novamente a vertente cognitiva, sendo fundamental que os atletas comuniquem entre si, definindo um alvo para não correrem aleatoriamente mas sim com um objetivo estipulado, algo que muitas vezes acontece em jogo, vendo atletas correndo à toa para atacar. Ao nível da vertente fisica, estimula a coordenação dos atletas, as diferentes mudanças de velocidade e direcao e uma coisa muito importante que é saber o timing de “pressionar” o adversario que estamos a apanhar. Dado que hoje em dia a maioria das fintas que vemos nos jogos de futsal é o defensor que ao tentar roubar a bola que é “lambido” com um simples toque para o lado e poder de arranque. Não acontece com tanto frequência como antigamente em que era o jogador com a sua criatividade e habilidade técnica que ultrapassava o defensor.

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *