As suspensões e proibições aos treinadores de futsal

Gostaria de questionar o porquê da alteração da penalização de há dois anos para cá, nas competições da FPF, delineada para quando os treinadores de futsal são expulsos:

Após ser expulso durante um jogo da competição organizada pela FPF, o treinador fica proibido de estar no recinto de jogo e estruturas adjacentes, nos 90 minutos que precedem o jogo. E só pode voltar a estar com o grupo 30m após o jogo finalizar, ou seja não pode assistir ao vivo ao jogo.

Que sentido faz não poder assistir ao jogo? Porque não pode estar na bancada, limitado a não poder comunicar com a equipa e intervir no jogo? Se comunicar ou gesticular a equipa de arbitragem identificaria e seria aplicado um castigo acessório.

Reparem só a disparidade com o Futebol de 11, em que na primeira liga temos inúmeras emissões televisivas que focam a imagem no treinador, depois de expulso, já nos camarotes do estádio com um comunicador a transmitir indicações ao seu staff.

Porquê a diferença de critério? Mas o mais engraçado é que, se no período de suspensão quiser ir ver um jogo de um familiar, amigo ou adversário, não posso, pois a suspensão é para todos os recintos desportivos. Isto faz algum sentido? Quem foi ouvido para alterarem esta lei?

Quando os treinadores de futsal, através da ANTF, se vão pronunciar e tentar reverter esta situação?

É que a nível associativo, posso estar na bancada, como adepto!

Gostava de saber opiniões…

Saudações desportivas,

André Martins

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *